quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Milésimo post

Para ser exato, 1003, com este.
Quem diria? Ao longo de 1 ano, 5 meses e 17 dias, quase nunca deixei de postar algo aqui.
Música, filmes, livros, shows, cotidiano, melancolia, tristezas, alegrias, críticas, reclamações, momentos, meu dia a dia. Minhas fotos.
Por incrível que pareça, foram mais de 27 mil e 600 visualizações, 2.200 por mês, 73 por dia, sendo que nos últimos meses a média foi para mais de 100 visualizações por dia. E meu blog só possui 28 seguidores.
O público que o visitou foi composto por, além de brasileiros, pela ordem, norte americanos, portugueses, canadenses, alemães, japoneses, franceses, russos, italianos, chineses, venezuelanos, angolanos, australianos, suíços, espanhóis e paraguaios.
As postagens mais vistas, como já disse em outro post, as sobre futebol... sic. Muito poucas, desabafos momentâneos apenas, mas que representaram mais de 40% do total de visitas ao meu blog.
A "fábula do porco espinho", uma das mais recentes, foi uma das mais vistas, levando-se em conta que foi postada este mês.
Foram 172 comentários deixados, sem contar os que deletei, por se tratarem de baboseiras de torcedores de futebol fanáticos, na sua maioria, molecada.
O importante é que estou cumprindo aquilo a que me propus: falar ao mundo.
Segundo a maioria, eu me exponho demais. Provavelmente, mas, nada tenho a esconder. Ao contrário de muita gente boa por aí...
Sim, já usaram meus posts contra mim, profissionalmente. Porém, o valor do trabalho venceu.
Importante: jamais expus outra pessoa. Respeito acima de tudo.
Gosto de compartilhar e acho ótima a oportunidade de levar minhas opiniões a quem se interessar.
De certa forma, como disse uma amiga, estou escrevendo um livro.
Como já tive um filho e plantei uma árvore, me sinto cada vez mais realizado.
Afinal, tudo tem a sua importância e acredito que:


"A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passaram por suas vidas."

Nasci da esperança, vivo pelo amor.
Como escrevi, uns dois anos atrás:

O amor dói,
Estou cansado de amar.
E se dói é porque não é amor.
Cansa amar
E se cansa é porque não encontramos o amor.
E aí dói mais porque nos enganamos novamente.
E o engano dói,
Mas não desistir é o viver de quem ama
E amar é a vida de quem nunca se engana.

2 comentários:

  1. Parabéns!!!
    Não é facil conseguir postar tantas coisa lindas.Que mexem com a emoção da gente, parece que as vezes vc adivinha o precisamos ler, aquelo incentivo pra continuar, sou sua fã de carteirinha.Principalmente quando vc posta algo de Clarice ,sou tão ousado que penso que é pra mim, e assim fingindo que é mesmo vc me traz um pouco de alegria.Parabéns, lindão vc merece. Um beijo.Ah responde de vez em quando também nossos comentários...Até mais..

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pelo carinho, Cláudia.
    Beijão.

    ResponderExcluir