sexta-feira, 30 de março de 2012

video

Atrás dessa canção, tem uma história: na realidade, não era para ser letra de música, mas uma oração que Rita Lee e Roberto de Carvalho escreveram num papel e usavam para fazer mentalizações...

Reza

Deus me proteja da sua inveja
Deus me defenda da sua macumba
Deus me salve da sua praga
Deus me ajude da sua raiva
Deus me imunize do seu veneno
Deus me poupe do seu fim

Deus me acompanhe
Deus me ampare
Deus me levante
Deus me dê força

Deus me perdoe por querer
Que deus me livre e guarde de você

segunda-feira, 26 de março de 2012

Aniversário


Meu aniversário...
Mais um ano de aprendizado, de lágrimas e, principalmente, sorrisos. Sorriso porque sempre tive ao meu lado, longe ou próximas, pessoas sérias, pessoas do bem, pessoas especiais pra mim. Quando uma se vai, várias se aproximam...
Nunca, em nenhum tempo da minha existência, tive tantos amigos, tantas pessoas queridas, ao meu redor.
Hoje foram telefonemas, e-mails, quase 40 pessoas no almoço e mais de uma centena de mensagens pela internet.
Obrigado meus amigos! Que bom sentir que tenho alguma importância na vida de vocês.
Obrigado a todos!

Meu horóscopo?

ÁRIES (21 de março a 20 de abril)
 "Para ti, Áries, dou a primeira semente, para que tenhas a honra de plantá-la. 
Para cada semente que plantares, mais outro milhão de sementes se multiplicarão em suas mãos. Não terás tempo de ver a semente crescer, pois tudo o que plantares criará cada vez mais e mais para ser plantado. Tu serás o primeiro a penetrar o solo da mente humana levando Minha Idéia. Mas não cabe a ti alimentar e cuidar desta ideia, nem questioná-la. Tua vida é ação, e a única ação que te atribuo é a de dar o passo inicial para tornar os homens conscientes da Criação. 
Por este trabalho, Eu te concedo a virtude do Respeito por Si Mesmo."
E Áries, silenciosamente, voltou ao seu lugar.
Principal Característica: individualidade e ação.
Qualidades: coragem, sinceridade.
Defeitos: impulsividade e franqueza excessivas.
Elemento: fogo
Qualidade: cardinal
Polaridade: masculino
Planeta regente: Marte
Exílio: Vênus
Exaltação: Sol
Queda: Saturno


O símbolo de Áries é o carneiro. Primeiro signo do elemento fogo, representa a impulsividade, iniciativa, ação, urgência, coragem, egoísmo, imediatismo. Áries é o combate, o uso da força e da iniciativa, a busca de auto-afirmação. A motivação ariana direciona-se para a ação decidida, "derrubando" os obstáculos. Signo de espontaneidade nas reações, que são imediatas. Áries primeiro age, para depois refletir. Características: independência, ação, coragem, pioneirismo, liderança, franqueza, auto-afirmação, força física, agressividade, teimosia, autoritarismo, egoísmo, rápido desinteresse. Signo imediatista, com dificuldade na persistência, podendo mudar de objetivos com freqüência. Há uma tendência em áries para buscar uma causa pela qual empenhar sua luta e energia. 

E pesquisando pela internet, alguns fatos do dia em que retornei a esse mundo:

Eventos em 26 de março:
 752 – É eleito o Papa Estêvão III;
1026 – O Papa João XIX coroa Conrado II como Imperador do Sacro Império Romano-Germânico;
1199 – Ricardo, Coração de Leão é ferido fatalmente por uma flecha disparada de uma besta durante um cerco na França. Ele morre onze dias depois e o nobre francês que executou o disparo é executado;
1244 – Assinado por Jaime I de Aragão e por aquele que mais tarde seria seu genro, o infante Afonso de Castela (mais tarde Afonso X, o Sábio), o Tratado de Almizra entre a Coroa de Aragão e o Reino de Castela fixando os limites do Reino de Valência;
1484 – William Caxton publica sua tradução das Fábulas de Esopo;
1707 – Ratificação do Tratado de União de 1707, que aboliu a independência da Inglaterra e da Escócia em favor de um novo Estado, o "Reino Unido da Grã-Bretanha";
1772 – Fundação da cidade de Porto Alegre;
1808 – Carlos IV de Espanha abdica em favor de seu filho, Fernando VII;
1812 – Um sismo destrói Caracas, Venezuela;
1871 – A Comuna de Paris é estabelecida formalmente;
1881 – Tessália torna-se novamente parte da Grécia;
1885 – Rebelião de Saskatchewan: os Métis, liderados por Gabriel Dumont, derrotam um grupo de policiais e de assentadores anglófonos na batalha de Duck Lake;
1913 – Guerra dos Balcãs: as forças búlgaras tomam Andrinopla;
1923 – A Rádio BBC começa a transmissão regular de previsões atmosféricas no Reino Unido;
1924 – Fundação do Clube Atlético Paranaense de Curitiba/Paraná
1934 – A Carta de condução é introduzida no Reino Unido;
1942 – Segunda Guerra Mundial: Na Polônia, Auschwitz recebe seus primeiros prisioneiros femininos;
1945 – Segunda Guerra Mundial: Os aliados capturam Iwo Jima pondo um final à batalha de Iwo Jima;
1953 – Jonas Salk anuncia sua vacina contra a poliomielite;
1969 – É formada a banda The Allman Brothers Band, principais arquitetos do Southern rock.
1971 – O Paquistão do Leste declara sua independência do Paquistão para formar a República Popular do Bangladesh dando início a um conflito armado;
1979 – Anwar Al-Sadat, Menachem Begin e Jimmy Carter assinam o Tratado de paz israelo-egípcio em Washington, DC;
1989 - Entrou no ar, o Domingão do Faustão, com apresentação de Fausto Silva.
1991 – Assinatura do Tratado de Assunção criando o Mercosul;
1995 – O Acordo de Schengen entra em vigor;
1999 – Um júri em Michigan considera o Dr. Jack Kevorkian culpado de assassinato em segundo grau por administrar uma injeção letal em um doente terminal;
2000
Ocorrem as eleições presidenciais na Rússia e Vladimir Putin é eleito Presidente;
O Papa João Paulo II visita o Muro das Lamentações em Jerusalém;
2006 – Entra em vigor na Escócia a proibição do uso do cigarro em ambientes públicos fechados;
2007 - Com a lei estadual n° 15.461/2007 criou-se, oficialmente no Paraná, o dia estadual do Clube Atlético Paranaense. Foi neste dia, no ano de 1924, que o clube foi fundado[1];
2008 – Bovespa anuncia oficialmente o início do processo de fusão com a BM&F, criando a Nova Bolsa, nome provisório da nova instituição que surgiu com a fusão, que será a terceira maior bolsa de valores do mundo, e a segunda das Américas, em valor de mercado.

Nascimentos:
Anterior ao século XIX
  603 – K'inich J'anaab Pakal, governante maia (m. 683)
1516 – Conrad Gessner, naturalista suíço (m. 1565)
1789 – Edward Ffrench Bromhead, naturalista e matemático irlandês (m. 1855)
1797 – Fortunato José Barreiros, militar e político português (m. 1885)
Século XIX
1819 – Luís da Câmara Leme, militar, político e intelectual português (m. 1904)
1821 – João Inácio de Simas e Cunha, nobre e político português (m. ?)
1826 – José Soares Teixeira de Sousa, político português (m. 1885)
1831
Eugène Renevier, geólogo e paleontólogo suíço (m. 1906)
Sophus Ruge, geógrafo e historiador alemão (m. 1903)
1848 – John Churton Collins, crítico literário britânico (m. 1908)
1858 – Luis Barros Borgoño, escritor e político chileno (m. 1943)
1859
Alfred Edward Housman, poeta britânico (m. 1936)
Manuel Luís Coelho da Silva, religioso português (m. 1936)
Adolf Hurwitz, matemático alemão (m. 1919)
1865 – Cornelius Lott Shear, botânico estado-unidense (m. 1956)
1866 – Carl Christian Mez, botânico alemão (m. 1944)
1874
Robert Frost, poeta estado-unidense (m. 1963)
Elisabeth Altmann-Gottheiner, economista alemã (m. 1930)
1875
Syngman Rhee, político sul-coreano (m. 1965)
Antônio Augusto de Carvalho Chaves, político brasileiro (m. 1949)
1876
Guilherme de Wied, rei da Albânia (m. 1945)
Gervásio Lima, escritor português (m. 1945)
1878 – Ptolomeu de Assis Brasil, engenheiro e militar brasileiro (m. 1935)
1883 – Sebastião Archer da Silva, empresário e político brasileiro (m. 1974)
1893 – Palmiro Togliatti, líder comunista italiano (m. 1964)
1896 – Rudolf Dassler, empresário alemão (m. 1974)
Século XX
1904
Joseph Campbell, autor estado-unidense (m. 1987)
Xenofón Zolótas, economista e político grego (m. 2004)
Emilio Fernández, ator, escritor e cineasta mexicano (m. 1986)
Attilio Ferraris, futebolista italiano (m. 1947)
1905 – Viktor Frankl, neurologista e psiquiatra austríaco (m. 1997)
1908
Samuel Bronston, cineasta estado-unidense (m. 1994)
Herman Kalckar, bioquímico dinamarquês (m. 1991)
1909 – Héctor José Cámpora, político argentino (m. 1980)
1911
Bernard Katz, biofísico alemão (m. 2003)
Tennessee Williams, dramaturgo estado-unidense (m. 1983)
Romeu Pellicciari, futebolista brasileiro (m. 1971)
1913 – Paul Erdős, matemático húngaro (m. 1996)
1914
Toru Kumon, educador japonês (m. 1995)
William Westmoreland, militar estado-unidense (m. 2005)
1916
Christian Boehmer Anfinsen, químico estado-unidense (m. 1995)
Sterling Hayden, ator estado-unidense (m. 1986)
1918
Luis Rey, médico brasileiro
Ivo Silveira, político brasileiro (m. 2007)
1920 – Sergio Livingstone, ex-futebolista chileno
1922 – Oscar Sala, físico italiano
1924 – Luiz Villas-Boas, radialista português (m. 1999)
1925 – Pierre Boulez, compositor e maestro francês
1926 – João Augusto Conrado do Amaral Gurgel, empresário e industrial brasileiro (m. 2009)
1930
Sandra Day O'Connor, juíza estado-unidense
Gregory Corso, poeta estado-unidense (m. 2001)
1931 – Leonard Nimoy, ator e diretor estado-unidense
1933
Tinto Brass, diretor de cinema italiano
Renato Pirocchi, automobilista italiano (m. 2002)
1934
Alan Arkin, ator estado-unidense
Dida, futebolista brasileiro (m. 2002)
1935
Enivaldo Ribeiro, político brasileiro
Iberê Cavalcanti, cineasta brasileiro
Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Nacional Palestina
Peret, cantor e compositor espanhol
1936 – Éder Jofre, ex-boxeador brasileiro
1938
Anthony J. Leggett, físico estado-unidense
Ludgero Marques, empresário português
1939 – Vicente de Paulo Barretto, jurista brasileiro
1940
James Caan, ator estado-unidense
Nancy Pelosi, política estado-unidense
1941
Richard Dawkins, biólogo britânico
Lella Lombardi, automobilista italiana (m. 1992)
1942
Erica Jong, autora estado-unidense
José Megre, automobilista português (m. 2009)
1943
Bob Woodward, jornalista estado-unidense
Ruiter, ex-futebolista brasileiro
1944 – Diana Ross, cantora e compositora estado-unidense (The Supremes)
1946 – Gonzaga Patriota, político brasileiro
1948
Steven Tyler, músico estado-unidense (Aerosmith)
Richard Tandy, músico britânico (Electric Light Orchestra)
1949 – Patrick Süskind, escritor alemão
1950
Ernest Lee Thomas, ator estado-unidense
Alan Silvestri, compositor estado-unidense
[editar]1951–2000
1951
Carl Wieman, físico estado-unidense
Klaus Hoffmann, cantor, ator e compositor alemão
1952 – Didier Pironi, automobilista e piloto de lanchas off-shore francês (m. 1987)
1953 – Luís Carlos Patraquim, poeta, autor teatral e jornalista moçambicano
1954 – Antonio Lotti, cantor lírico brasileiro (m. 2006)
1957 – Oliver Hirschbiegel, cineasta alemão
1958 – Elio De Angelis, automobilista italiano (m. 1986)
1960
Jennifer Grey, atriz estado-unidense
Marco Antonio Ricciardelli, humorista brasileiro
Sándor Sallai, ex-futebolista húngaro
Brian Till, ex-automobilista estado-unidense
1962
Yuri Gidzenko, cosmonauta russo
Falko Götz, ex-futebolista alemão
Eric Allan Kramer, ator estado-unidense
John Stockton, ex-jogador de basquete estado-unidense
1963 – Jorge Ricardo Coutinho Machado, escritor brasileiro
1964
Ed Wasser, ator estado-unidense
Martin Donnelly, automobilista norte-irlandês
1965
Valéria Monteiro, jornalista brasileira
Trey Azagthoth, músico estado-unidense
1966
Oscar Pardini, humorista e ator brasileiro
Nick Wirth, engenheiro automobilístico britânico
Michael Imperioli, ator estado-unidense
1967
Peter Schöttel, ex-futebolista austríaco
Alberto Coyote, ex-futebolista mexicano
1968 – James Iha, músico estado-unidense
1969 – Almir de Souza Fraga, ex-futebolista brasileiro
1970
Paul Bosvelt, ex-futebolista neerlandês
Jelle Goes, ex-futebolista neerlandês
1971
Liviu Ciobotariu, ex-futebolista romeno
Choi Jin-Cheul, ex-futebolista sul-coreano
Rogério Klafke, jogador de basquete brasileiro
Paul Darren Williams, ex-futebolista britânico
1972
Willem Jackson, futebolista sul-africano
Leslie Mann, atriz estado-unidense
Rennae Stubbs, tenista australiana
1973
Larry Page, pioneiro de motor de busca estado-unidense
T.R. Knight, ator estado-unidense
Ivica Kralj, ex-futebolista montenegrino
1974
Darion Basco, ator estado-unidense
Taribo West, ex-futebolista nigeriano
Odvan, futebolista brasileiro
Edmílson Matias, futebolista brasileiro
Bruno Carvalho, ex-futebolista brasileiro
1975
Alessandro Lotta, músico italiano (Rhapsody of Fire)
Humberto, ex-futebolista brasileiro
1976
Amy Smart, atriz estado-unidense
Giovani Braz, humorista brasileiro
Mariano Toedtli, futebolista argentino
Óscar Sonejee, futebolista andorrano
1977
Kevin Davies, futebolista britânico
Morgan De Sanctis, futebolista italiano
Paulin Tokala Kombe, futebolista congolês
Sylvain Grenier, wrestler canadense
Capi, futebolista espanhol
Simone Soares, atriz brasileira
1978
Guillermo Ramírez, futebolista guatemalteco
Sandra Romain, atriz romena
1979
Juliana Paes, atriz brasileira
Pierre Wome, futebolista camaronês
Alicia Lagano, atriz estado-unidense
Abderraouf Zarabi, futebolista argelino
Nacho Novo, futebolista espanhol
1980
Bernardo Leyenda, futebolista argentino
Sérgio Paulinho, ciclista português
Daniel Bogdanovic, futebolista líbio
Norbert Varga, futebolista romeno
1981
Massimo Donati, futebolista italiano
Baruch Dego, futebolista etíope
Luke Ford, ator australiano
Matt Hill, futebolista britânico
1982
Mikel Arteta, futebolista espanhol
Andreas Hinkel, futebolista alemão
Stanislav Angelovič, futebolista eslovaco
1983
Anti Saarepuu, esquiador estoniano
Mike Brenley, wrestler estado-unidense
Toni Elías, motociclista espanhol
Roman Bednář, futebolista checo
1984
Justice Majabvi, futebolista zimbabuano
Marco Stier, futebolista alemão
Lê Tấn Tài, futebolista vietnamita
Nilson, futebolista brasileiro
1985
Keira Knightley, atriz britânica
Morten "Molle" Rasmussen, futebolista dinamarquês
Prosper Utseya, jogador de críquete zimbabuano
Anatolie Boestan, futebolista moldávio
Daniel Axtyamov, futebolista uzbeque
Davide Somma, futebolista sul-africano
Élio Martins, futebolista português
Dimitris Pliagas, futebolista grego
Ovidiu Herea, futebolista romeno
Jonathan Groff, ator e cantor estado-unidense
1986
Abraham Alechenwu, futebolista nigeriano
Gabrielle Costa de Sousa, modelo brasileira
Danielle Costa de Souza, modelo brasileira
Brahim El Bahri, futebolista marroquino
Michel Simplício, futebolista brasileiro
Blažo Rajović, futebolista montenegrino
1987
Matteo Ardemagni, futebolista italiano
Borja Viguera, futebolista espanhol
Ondřej Kúdela, futebolista tcheco
Steven Fletcher, futebolista britânico
Emil Kenzhesariev, futebolista quirguiz
YUI, cantora, compositora e atriz japonesa
Gilberto Manuel Pereira da Silva, futebolista português
Robert Åhman-Persson, futebolista sueco
Elisson, futebolista brasileiro
1988
Mohd Asraruddin Putra Omar, futebolista malaio
Davidson Drobo-Ampem, futebolista ganês
1989
Simon Kjær, futebolista dinamarquês
Federico Mancuello, futebolista argentino
1990
Yuya Takaki, cantor japonês (Hey! Say! JUMP)
Petur Magnussen, futebolista feroês
Patrick Ekeng-Ekeng, futebolista camaronês
1992 – Nicholas Arlers, futebolista costarriquenho

Feriados e eventos cíclicos:
Dia do Mercosul
Zoroastrismo: Nascimento do profeta Zaratustra
Brasil: Dia do Cacau
Brasil - São Paulo: Dia Estadual da Matemática, instituído pela Lei nº 14.401, de 12 de abril de 2011
Brasil - São Paulo: Aniversário da emancipação da cidade de Barueri
Portugal: Dia do Livro Português
Bangladesh: Dia da Independência
Brasil - Bahia: Aniversário da emancipação da cidade de Itaberaba

Morreu em 26 de março:
Beethoven

E, por falar em música, o tema dos arianos:
video
Quanto tempo tenho pra matar essa saudade
Meu bem o ciúme é pura vaidade
Se tu foge o tempo logo traz ansiedade
Respirar o amor aspirando liberdade

Respirar o amor aspirando liberdade

Quanto tempo tenho pra matar essa saudade
Meu bem o ciúme é pura vaidade
Se tu foge o tempo logo traz ansiedade
Respirar o amor aspirando liberdade

Tenho a vida doida encabeço o mundo
Sou ariano torto vivo de amor profundo
Sou perecível ao tempo vivo por um segundo
Perdoa meu amor esse nobre vagabundo

sábado, 24 de março de 2012

Chuva


... Nem tudo é dias de sol,
E a chuva, quando falta muito, pede-se
-Por isso tomo a infelicidade com a felicidade
Naturalmente, como quem não estranha
Que haja montanhas e planícies
E quando haja rochedos e erva...
O que é preciso é ser-se natural e calmo
Na felicidade ou na infelicidade,
Sentir como quem olha,
Pensar como quem anda,
E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,
E que o poente é belo e é bela a noite que fica...
Assim é e assim seja...
(Fernando Pessoa)

quinta-feira, 22 de março de 2012

A arma escarlate

Em meio a um intenso tiroteio, em 1997,uma das épocas mais sangrentas da favela Santa Marta, no Rio de Janeiro, um menino de 13 anos descobre que é bruxo. Jurado de morte pelo chefe do tráfico, Hugo foge com um objetivo em mente: aprender magia o suficiente para voltar e enfrentar o bandido que ameaça sua família. E no processo de aprendizado, ele pode descobrir o quanto de bandido há dentro dele mesmo.
Renata Ventura trouxe para o Brasil o mundo de bruxos, criado por J. K. Rowling, da série Harry Potter.
Bem, Hugo, o personagem, não merece ter amigos, pois é egoísta demais, igualmente perdoado e tem um pé, permanentemente no crime.
Quer saber? É o nosso Harry Potter, condizente com a realidade brasileira e Renata demonstra ter futuro como escritora. Está mais do que hora de darmos reais oportunidades a autores nacionais...
Sem entrar em detalhes técnicos puristas ou de pseudo intelectualóides, experimentem A arma escarlate.

Recomendo suas 549 páginas!

Adrenalina!

Após mais de 6 anos, entrei na pista novamente. De kart indoor, bem entendido...
Melhor volta, 24,45 s, desbancando a molecada mais nova das outras baterias. A 3o. colocação foi ótima, já que os dois primeiros são feras.
O melhor de tudo é a velocidade, a força de mais de 2 G´s nas curvas, a descarga de adrenalina e, claro, o papo com os colegas de bateria.
Valeu! Semana que vêm tem mais, se eu não tiver que viajar...

terça-feira, 20 de março de 2012

Outono

E um novo outono chegou, as 2:14 hs de hoje, o momento em que eu adormeci...
Está fazendo um dia lindo de outono. A praia estava cheia de um vento bom, de uma liberdade. E eu estava só. E naqueles momentos não precisava de ninguém. Preciso aprender a não precisar de ninguém. É difícil, porque preciso repartir com alguém o que sinto. O mar estava calmo. Eu também. Mas à espreita, em suspeita. Como se essa calma não pudesse durar. Algo está sempre por acontecer. O imprevisto me fascina.
(Clarice Lispector)

sexta-feira, 16 de março de 2012

Romantismo...

Mesmo sendo sexta-feira, dia de happy hour, sempre há espaço pro romantismo:
video
A vida quis assim...


Me fale das andanças, ex amor
Dos melhores momentos que passou
Me fale que vou te falar dos meus
Eu tenho todo tempo pra ouvir
Os melhores momentos que eu vivi
São todos que passei ao lado teu.
Mas se você quiser não vou lembrar,
Pra não te constranger
Me ver chorar
A gente fala então do que virá
Eu tenho toda vida pela frente
E vou viver da forma mais urgente
Quem sabe um dia eu pare de te amar.
E mesmo que isso possa acontecer
Eu vou sentir saudade de você
Que culpa pode ter o coração
Que pena que a vida quis assim
Você viver feliz longe de mim
A dor rindo da minha solidão...

Se alguém vier pedir o meu conselho
A gente não aprende no espelho
A gente vive e sofre pra aprender
Cada amor é tanto e diferente
A vida insiste em dar esse presente
Comece o dia amando mais você!

E mesmo que isso possa acontecer e
Eu vou sentir saudade de você
Que culpa pode ter o coração
Que pena que a vida quis assim
Você viver feliz linge de mim
A dor rindo da minha solidão

Se alguém vier pedir o meu conselho
A gente não aprende no espelho
A gente vive e sofre pra aprender
E cada amor é tanto e diferente
A vida insiste em dar esse presente
Começe o dia amando mais você!

Fui!!!

quarta-feira, 14 de março de 2012

Paixão por atrasar e desservir-II

Liguei hoje pra minha colega, pra saber o desfecho de ontem.
Ela conseguiu contato com a agência que havia adquirido a passagem, que por sua vez, cancelou o bilhete e emitiu um novo para que ela embarcasse. Sem custo adicional.
Será que nada poderia ter sido feito para que ela embarcasse antes? Certamente que poderia!

Tam, paixão por estressar e desservir!

terça-feira, 13 de março de 2012

Paixão por atrasar e desservir...

Apesar de cliente fidelidade vermelho, a cada dia que passa menos faço questão de voar pela Tam.
Hoje, retornando de São Paulo, presenciei, mais uma vez, como essa empresa aérea trata mal aos seus usuários. Chegando a Congonhas com uma colega, hoje a tarde, acompanhei-a ao balcão da empresa, para que ela solicitasse a impressão do seu cartão de embarque, cujo check in ela havia realizado horas antes, mas, por problemas na impressora utilizada não conseguiu. Faltavam 28 minutos para o horário da decolagem e o início do embarque estava sendo anunciado. Resposta da funcionária: sinto, o sistema fechou! De nada adiantaram os pedidos da minha colega, reforçados por mim, sendo que a "digníssima" funcionária não aceitou chamar a supervisora para liberar a impressão.
Absurdo, quando sabemos que usualmente somos obrigados a esperar dentro da aeronave, até que a Tam satisfaça seu apetite pela ocupação do vôo. As reações e respostas dadas pelos funcionários, quase sempre despreparados, beiram o ridículo. Só mesmo para quem não conhece nada do sistema.
Continuando, minha colega foi orientada a se dirigir ao balcão de vendas e remarcar o bilhete. Ok, lá fomos nós e qual a surpresa agora? Não basta pagar a taxa de remarcação, existe uma diferença de tarifa de cerca de 580 reais... Gente, isso é vergonhoso!
Nova tentativa no balcão de check in e resposta: Olha, só estão esperando 4 passageiros que não se apresentaram ainda, para encerrar o embarque. Pasmem, um dos passageiros esperados era exatamente minha aflita colega, com o check in feito, porém, sem que ninguém lhe fornecesse o cartão de embarque.
Tam, isso se chama incompetência, intolerância e ganância!!!
Sem falar em desrespeito aos seus usuários.
Estou utilizando minha milhagem rapidinho, pra ser cada vez menos refém dessa companhia aérea.

Ainda bem que hoje meu bilhete era Avianca. Embarquei e decolei na hora!

segunda-feira, 12 de março de 2012

Novamente, Sampa

Mais uma ida a São Paulo, mais uma oportunidade de um gostoso jantar, nos Jardins, com o filhão. Rever amigos e colegas, sem contar a beleza, que nunca cansa a vista, da paisagem aérea ao longo do trajeto:
Voar Avianca continua agradável, sem atrasos, assistindo vídeos e com serviço de bordo "apresentável". Que continue assim.
Recepção com chuva e granizo, passageiros e gostoso final de tarde na Paulista, com café com macadâmia no Fran´s, da FNAC.
Amanhã, reunião de trabalho e retorno ao meu "castelo".

sexta-feira, 9 de março de 2012

Ne me quitte pas...

video
Não me abandone, é preciso esquecer,
Tudo se pode esquecer que já ficou pra trás.
Esquecer o tempo dos mal-entendidos
E o tempo perdido a querer saber como.
Esquecer essas horas que às vezes mata a golpes de por quês
O coração de felicidade
Não me abandone
Não me abandone
Não me abandone


Eu te oferecerei, pérolas de chuva vindas de países
Onde nunca chove
Eu escavarei a terra mesmo depois da minha morte,
Para cobrir teu corpo de ouro e de luz
Criarei um país onde o amor será rei
Onde o amor será lei e você será a rainha.
Não me abandone
Não abandone


Não me abandone, eu te inventarei
Palavras absurdas que você compreenderá
Te falarei daqueles amantes
Que viram duas vezes seus corações excitados
Eu te contarei a história daquele rei
Que morreu porque não pôde te reencontrar
Não me abandone
Não me abandone
Não me abandone


A gente sempre viu reacender o fogo
Do antigo vulcão
Que julgávamos parecer velho demais
Terras queimadas produziram mais trigo que no melhor abril
E quando a tarde cai, para que o céu se inflame
O vermelho e o negro não se misturam
Não me abandone
Não me abandone
Não me abandone
Não me abandone
Não me abandone, Eu não vou mais chorar
Não vou mais falar, Me esconderei aqui
Só para te ver dançar e sorrir
E para te ouvir cantar e depois rir
Me deixa me tornar a sombra da tua sombra
A sombra da tua mão, A sombra do teu cão
Não me abandone
Não me abandone
Não me abandone
Não me abandone

Deve ser efeito da lua cheia... Grande Mireille Mathieu!

quinta-feira, 8 de março de 2012

Dia da mulher

Pra começar, um texto de alguém que amava as mulheres, Carlos Drummond de Andrade e que faz com que os homens aprendam a ser diferentes do seu personagem:

A mãe e o pai estavam assistindo televisão quando a mãe disse:
- Estou cansada e já é tarde, vou me deitar !!!
Foi à cozinha fazer os sanduíches para o lanche do dia seguinte na escola, passou água nas vasilhas das pipocas, tirou a carne do freezer para o jantar do dia seguinte, confirmou se as caixas de cereais estavam vazias, encheu o açucareiro, pôs tigelas e talheres na mesa e preparou a cafeteira do café para estar pronta para ligar no dia seguinte.
Pôs ainda umas roupas na máquina de lavar, passou uma camisa a ferro, pregou um botão que estava caindo. Guardou umas peças de jogos que ficaram em cima da mesa, e pôs o telefone no lugar. Regou as plantas, despejou o lixo, e pendurou uma toalha para secar. Bocejou, espreguiçou-se e foi para o quarto. Parou ainda no escritório e escreveu uma nota para a professora do filho, pôs num envelope junto com o dinheiro para pagamento de uma visita de estudo e apanhou um caderno que estava caído debaixo da cadeira. Assinou um cartão de aniversário para uma amiga, selou o envelope, e fez uma pequena lista para o supermercado, colocou ambos perto da carteira.
Nessa altura, o pai disse lá da sala:
- Pensei que você tinha ido se deitar.
- Estou a caminho - respondeu ela. Pôs água na tigela do cão e chamou o gato para dentro de casa. Certificou-se de que as portas estavam fechadas. Passou pelo quarto de cada filho, apagou a luz do corredor, pendurou uma camisa, atirou umas meias para o cesto de roupa suja e conversou um bocadinho com o mais velho que ainda estava estudando no quarto. Já no quarto, acertou o despertador, preparou a roupa para o dia seguinte e arrumou os sapatos. Depois lavou o rosto, passou creme, escovou os dentes e acertou uma unha quebrada. A essa altura o pai desligou a televisão e disse:
-Vou me deitar.
E foi. Sem mais nada.
(Carlos Drummond de Andrade)


Feliz do homem que tem, ao seu lado, uma mulher assim e sabe valorizá-la, pois este sim, sabe o valor da frase de Balzac:

"É tão absurdo dizer que um homem não pode amar a mesma mulher toda a vida, quanto dizer que um violinista precisa de diversos violinos para tocar a mesma música."

Minha homenagem a essas mulheres e meus parabéns aos homens que as sabem valorizar!

segunda-feira, 5 de março de 2012

Cidadania e civilidade

Resido em um condomínio de casas, pequeno para os padrões da região e, por isso mesmo, considerado mais fácil de ser administrado. Pois bem, no final de semana que passou, descobri, de repente, que meu reservatório de água, de mais de 35 mil litros de capacidade, estava vazio. Atrás de informações, soube que desde a semana anterior a pressão e o tempo de entrada da água, oriunda da rede pública, estavam reduzidas. Alguém avisou? A administração se "dignou" a informar algum morador? Não!
Ao ser informado pelos funcionários de que existia uma bomba de recalque que, no passado, impedia que isso ocorresse, alimentando até as caixas das casa mais altas, liguei para a síndica para ser esclarecido a respeito. Pasmem, fui tratado com grosseria por gente que não aceita sequer que lhes seja perguntado algo!
É triste... As pessoas desaprenderam noções básicas de cidadania e civilidade e, claro, a educação se reduz bastante, ou até mesmo, deixa de existir. E olhem que eu estava falando com pessoa possuidora de um bom nível educacional, profissional, bem além da hora de se ter maturidade e que, no dia a dia, seria considerada "distinta"...

Civilidade é o conjunto de formalidades, observadas pelos cidadãos em sinal de respeito mútuo e consideração. Portanto, polidez, urbanidade, delicadeza, cortesia, são códigos de ouro para uma boa educação e boa convivência. Conceitos de civilidade, cidadania e educação deve ser consciência viva de cada um, só assim poderemos pensar em cidadania de forma mais ampla.
Para falar um pouco de números, estudos da Universidade Johns Hopkins, USA, calcularam o custo da falta de civilidade para os norte americanos e chegaram à cifra de 30 bilhões de dólares. E no Brasil, quanto seria?
No condomínio em que resido significou um aumento de despesas 3 vezes superior a inflação anual do país e com a prestação de serviços totalmente deteriorada.
Percebam que são as mesmas pessoas que reclamam diariamente da gestão da coisa pública, dos políticos, que fazem isto.
E são as mesmas pessoas que os elegem...
Interessante!

quinta-feira, 1 de março de 2012

Trigonometria amorosa


Um Quociente apaixonou-se
Um dia
Doidamente
Por uma Incógnita.

Olhou-a com seu olhar inumerável
E viu-a, do Ápice à Base...
Uma Figura Ímpar;
Olhos rombóides, boca trapezóide,
Corpo ortogonal, seios esferóides.

Fez da sua
Uma vida
Paralela à dela.
Até que se encontraram
No Infinito.

"Quem és tu?" indagou ele
Com ânsia radical.
"Sou a soma do quadrado dos catetos.
Mas pode chamar-me Hipotenusa."

E falando descobriram que eram
O que, em aritmética, corresponde
A alma irmãs
Primos-entre-si.

E assim se amaram
Ao quadrado da velocidade da luz
Numa sexta potenciação
Traçando
Ao sabor do momento
E da paixão
Retas, curvas, círculos e linhas sinusoidais.

Escandalizaram os ortodoxos
das fórmulas euclidianas
E os exegetas do Universo Finito.

Romperam convenções newtonianas
e pitagóricas.
E, enfim, resolveram casar-se.
Constituir um lar.
Mais que um lar,
Uma Perpendicular.

Convidaram para padrinhos
O Poliedro e a Bissetriz.
E fizeram planos, equações e
diagramas para o futuro
Sonhando com uma felicidade
Integral
E diferencial.

E casaram-se e tiveram
uma secante e três cones
Muito engraçadinhos.
E foram felizes
Até aquele dia
Em que tudo, afinal,
se torna monotonia.

Foi então que surgiu
O Máximo Divisor Comum...
Freqüentador de Círculos Concêntricos
Viciosos.
Ofereceu, a ela,
Uma Grandeza Absoluta,
E reduziu-a a um Denominador Comum.

Ele, Quociente, percebeu
Que com ela não formava mais Um Todo,
Uma Unidade.
Era o Triângulo,
chamado amoroso.
E desse problema, ela era a fração
Mais ordinária.

Mas foi então que Einstein descobriu a
Relatividade.
E tudo que era espúrio passou a ser
Moralidade.
Como aliás, em qualquer
Sociedade.

(Autor desconhecido, mas admirável)

Adorei, primo!