quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Dia das Crianças.

Amanhã, além do Dia da Padroeira do Brasil, é o Dia das Crianças...
E o que é ser criança?
Ser criança é achar que o mundo é feito de fantasias, sorrisos e brincadeiras. É se lambuzar comendo. É acreditar num mundo cor-de-rosa, cheio de pipocas. É sorrir e fazer sorrir. É querer ser feliz. É pedir com os olhos. É derramar uma lágrima para nos sensibilizar.
Ser criança é nos ensinar que a vida pode se tornar mais fácil com um simples sorriso. Ser criança é só querer carinho, afeto e atenção.
É ensinar que, para ser feliz, basta olhar para uma criança...

Ontem, dia 11, meu filho me emocionou como poucas vezes na vida, ao fazer uma apresentação como convidado, representando a empresa onde trabalha, em pleno Congresso Nacional e hoje, uma promoção comercial que recebi por e-mail, perguntou como seria o meu Dia das Crianças inesquecível.
Respondi que meu Dia das Crianças inesquecível seria poder voltar ao tempo em que brincava com meu filho no chão do quarto dele, só que eu estando com a mesma idade dele.
E, principalmente, ouvindo novamente a resposta que ele dava ao meu questionamento sobre o porque de, em alguns momentos, ele apenas me observar brincando:
"Pai, é que eu adoro ver você brincando! Eu brinco te vendo brincar comigo, como se fosse criança também..."

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Família: sobre exemplo, realização e orgulho.


Em junho de 2005, falei como convidado, na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, sobre o trabalho de portadores de necessidades especias, ou como eles mesmo dizem, deficientes físicos e o resto é blá, blá, blá politicamente correto, já que eu era o responsável pelo SAC Petrobras e eles é que estavam por trás dos telefones, atendendo..
Lembrei então de meu finado pai que, tendo apenas a formação supletiva de segundo grau, após desencarnado, foi homenageado por uma universidade, pelos estudantes do curso em que ele dava aulas e que teve seu projeto de laboratório, único na América Latina, quiçá no mundo, patenteado, vendido a outra universidades e exposto no Congresso Federal, por ocasião do aniversário de 50 anos da Petrobras e pensei: pai, jamais envergonharia teu nome!

Agora, vejo meu filho falando como convidado, no Congresso Nacional, pelo seu profissionalismo e formação, falando sobre economia e tenho a certeza de que, não apenas a família, mas a família que dá formação e, principalmente, limites, é tudo para a vida de alguém.

Quando lembro do que assisto no dia a dia por aí, com filhos mal criados, sem nível, mimados e despreparados para tudo, resultado da educação dada por pais ignorantes, despreparados e sem noção de limites, dou graças por minha família sempre ter feito diferente e me revolto por ver no que nossa nação se transformou, principalmente pela ignorância reinante. Não vou aqui entrar no mérito das responsabilidades, mas somos um país de ignorantes. Só sei que enche o saco ver molecas que balançam a bunda sem saber quanto é 3 x 8 e moleques que só sabem fazer barulho, em motos, carros, ou mesmo com a boca e encher a cara ou usar drogas, sem nem entender o que fazem. Um bando de babacas que apenas imita suas famílias. Aqueles que param em fila dupla, vaga de deficiente, andam pela esquerda, furam fila e compram mercadorias roubadas. O exemplo é fundamental!!
Conheço muitos garotos que com quase a idade do meu filho, vivem as custas dos pais e acham que a vida é injusta e cruel... kkkkkkkkk

Voltando da revolta... rs, parabéns meu filhão!!
O mérito é todo seu e sua família sempre pensou em você, procurou te dar exemplos e estará te suportando.
Orgulho, muito orgulho!!

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Revolta!!

A cada dia que passa, minha revolta com nosso país e em particular com a região metropolitana do Rio de Janeiro, aumenta.
E cada dia menos tenho vontade de sair de casa e explico por que.
1 - Saio pelas ruas e me deparo o tempo todo com motoristas que não tem a menor noção de leis e normas de trânsito, não usando seta nunca, andando somente pela direita, bloqueando o fluxo de tráfego porque acha que deve trafegar como bem entende, desconhecendo a marcação de solo que indica "pare" ou "dê a preferencial" (é muito para a cabeça da maioria) e, cheios de razão, querem briga;
2 - Os estacionamentos de lojas, supermercados, etc, que são gratuitos, são utilizados livremente por qualquer um, chegando ao ponto de você não conseguir fazer compras num local porque o pátio foi usado como estacionamento público. A loja ou mercado está vazio, mas não há vagas para estacionar;
3 - Em qualquer lugar, as vagas de idosos e deficientes estão sempre, todas, ocupadas e ninguém fiscaliza;
4 - No supermercado, o caixa rápido, ou seja, até 10 itens, sempre tem fila de carrinhos cheios de compras e se um funcionário reclama é ofendido violentamente;
5 - Pelas ruas, parar em fila dupla, é "só um minutinho";
6 - A polícia rodoviária não policia as estradas, mas está nas transversais urbanas delas, fazendo barreiras e... "pedindo documentos" e não há controle superior;
7 - Você volta pro seu condomínio e um vizinho passa de carro por você a 50 km por hora, na rua interna, sem a menor noção de risco e os funcionários não falam nada porque serão ofendidos e ameaçados;
8 - Nos finais de semana tem vizinhos que acham que tem o direito de fazer festa emitindo 120 decibéis de som e os outros é que são chatos;
9 - Também tem vizinhos que atrasam o pagamento do condomínio e pedem perdão da multa, quase todo mês, enquanto o valor sobe por conta da inadimplência. Pra completar você descobre que a única pequena sobra financeira do condomínio, foi aplicada pela ex síndica em título de capitalização, resgatável daqui 10 anos, com um rendimento ridículo e ninguém foi à Assembléia ou prestou atenção. Aliás a participação é de apenas 20% dos moradores;
10 - Você tem que passar parte do dia limpando cinzas na sua casa, resultado de queimadas para invasão de terrenos nas redondezas, assistindo a formação de mais uma favela, sem que a prefeitura faça algo;
11 - A energia elétrica e o fornecimento de água oscilam o tempo todo por conta dos inúmeros "gatos". Aliás tenho que desligar o ar condicionado pra não extrapolar a conta, enquanto muita gente tem "gato" e consome num mês o equivalente a 3 ou 4 contas mensais minhas;
12 - Eu pago uma fortuna em impostos e não posso contar com NENHUM serviço público, sofrendo por conta do mal uso (ainda escreverei um post sobre a atitude das pessoas num posto de saúde considerado modelo), geralmente de parte de quem sequer paga impostos;
13 - Eu digo bom dia, boa tarde e obrigado às pessoas na rua, que se surpreendem, dizendo que ninguém mais faz isso;
14 - Um bando de gente que parece lobotomizada, transita pelas ruas o tempo todo, fechados em seu próprio mundinho e sem respeito alheio;
15 - Uma vez, uns 4 anos atrás, esqueci um celular no banco de um táxi no Rio. Liguei para ele não mais de 2 minutos depois que desci. Primeiro tocou até o fim e depois foi desligado;
16 - Alguém é morto numa favela (me recuso a chamar de comunidade) e os traficantes obrigam populares a queimarem ônibus, os mesmos que eles irão precisar no dia seguinte e bloquear ruas, com a polícia observando meia dúzia de piriguetes sentadas em caixotes, rindo e falando ao celular, bloqueando uma via expressa;
E por aí vai. Os exemplos são intermináveis...
Por falta de educação, de formação e de interesse real por melhorias gerais, somos uma país, não de terceiro mundo, mas de QUARTO mundo!!
Lembro todo dia do meu amado pai dizendo: filho, percebo sua revolta quanto ao que ocorre e lamento por você. Nasceste no país errado e vai sofrer muito ainda...
Culpa dos políticos??
Os políticos são todos aqueles que fazem as coisas listadas acima e que, eleitos por votação popular, estão nas câmaras e no senado federal...

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Seu plano vai mudar.


O título acima é o mesmo do e-mail que recebi do "Sem Parar", utilizado para passagem automática em pedágios e estacionamentos.
Ele continha o seguinte texto:

O plano Clássico foi descontinuado.
É necessário que você escolha o plano que mais te agrada dentro de nossas alternativas. Mas não se preocupe, para sua conveniência, pré selecionamos um plano que entendemos ser adequado ao seu perfil de uso.
É o plano Adesão zero, que oferece adesão e substituição a custo zero, por apenas R$ 21,74 por mês, por veículo.

O e-mail diz que se você estiver de acordo não precisa fazer nada e que se quiser esclarecimentos ou outras opções, é só fazer contato. Percebam que se você não se manifestar, o novo plano fica automaticamente implantado.
O valor mensal é baixo, porém, representa mais de 32% de aumento sobre o valor pago atualmente e estamos em tempos de inflação oficial de 4% ao ano.
Oferece substituição do tag, que custa R$ 55,21, de graça quando necessária, porém, para muita gente, assim como para mim, que substituí o veículo a cerca de 6 meses, isso não interessa. Se eu for trocar de veículo após 10 meses da nova mensalidade, já paguei a substituição.
Bem, reclamei, alegando que não me interessa a proposta feita e que tenho o direito de não aceitar mudanças no plano e só então, me informaram que poderiam manter o plano atual, que apenas mudou de nome: de clássico para essencial... rs
Ah e ficou 6 centavos mais barato... rs
Percebam que temos que estar sempre atentos para as manobras de aumento "artificiais", que estão todo o tempo ao nosso redor...

sábado, 24 de junho de 2017

La La Land


Finalmente assisti e posso dizer que mereceu cada um dos 5 Oscars recebidos.
Nos primeiros minutos o impacto para mim foi negativo, mas conforme o filme vai se desenrolando vai surpreendendo, com sua doçura e sensibilidade.
Emma Stone, fantástica e numa interação perfeita com Ryan Gosling.
O filme é pra lá de poético, uma bela história a respeito de sonhos, possibilidades e opções. Navega através das fases do amor e do relacionamento a dois e realmente surpreende. Apesar de tudo extremamente calculado, o resultado é natural. Um filme simbólico.
Confesso que não esperava tanto e agora, recomendo com firmeza.
Um musical de altíssima qualidade e uma homenagem à era de ouro deste gênero!!

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Se nada mais der certo...

Calma, a imagem é só o cartaz do filme nacional de 2008... rs

Não suporto mais tanto falatório por conta do evento de uma escola no Rio Grande do Sul, chamado de Se Nada Der Certo!!
Aliás, pelo menos mais duas escolas, que eu saiba, fizeram evento similar, inclusive a em que minha enteada estudava e todos nos divertimos muito com o evento que, antes de mais nada, chama a atenção dos estudantes para o fato de que sem estudo, as opções profissionais são mais limitadas. Ela, garota politizada e engajada, fantasiou-se de vendedora de doces...
Não se trata de tirar a importância de qualquer profissão ou atividade e sim, provocar os alunos para que apresentem sugestões de atividades que poderiam exercer, caso não estudassem.
Claro que alguns tem mais facilidades e oportunidades que outros e isso faz parte do nosso mundo e quem as possui deve aproveitar, senão ficará com menos opções de desenvolvimento.
Não se trata de diminuir qualquer atividade, mas sim de mostrar que alguns sonhos pessoais serão impraticáveis.

Meu finado pai, exemplo de seriedade, honestidade e trabalho, para todos os que o conheceram, era oriundo de família sem recursos econômicos, não pode estudar adequadamente e, claro, não conseguiu a profissão que sonhava. Ele sempre me dizia:
- "Filho, estude para conseguir seu sucesso profissional na área em que você desejar, mas se sua opção for outra, ou mesmo se você não tiver opção, tente sempre ser o melhor. A vida recompensa quem trabalha. Nunca tenha vergonha de alguma atividade".

Em países do chamado primeiro mundo, a diferença salarial entre todas as atividades é bem menor do que aqui e, ainda assim, claro que quem não estudar, lá como aqui, terá um leque de opções muito menor. Sem falar numa visão mais pobre de mundo para auxiliar em qualquer atividade que exerça.

Hoje, assistimos a união de uma geração de pseudo politicamente corretos, apelidada de "geração mimimi", com uma geração de hipócritas e falsos moralistas, que prefere brigar com escolas e reclamar de tudo, em vez de formar o caráter de seus filhos e procurar mostrar-lhes os caminhos...

Complementando, a mídia que explora de forma sensacionalista e irresponsável, um tema como este, é composta, em grande parte, por profissionais com formação de nível superior e que, em tese, teriam "dado certo", só que não acrescentam nada e seria melhor que fizessem, bem... qualquer outra atividade...

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Dia mundial sem tabaco!!


No dia de hoje, 3 anos atrás, eu estava entubado, em coma induzido, em parada cardíaca, após 41 anos fumando...
Eu estava com 55 anos apenas e estou vivo graças as vibrações de minha companheira, de minha família e dos amigos, alguns que eu nem imaginava que tinha.

Quando comecei a despertar do coma, quase 1 mês depois, ainda de olhos fechados, mas percebendo que estava vivo, prometi a mim mesmo que jamais colocaria novamente um cigarro na boca, porque tinha recebido uma segunda chance e minha opção era por viver.
Soube depois que aconteceram crises de abstinência, ainda inconsciente e tive que ser "acalmado" com adesivos de nicotina. Olha, consumir uma coisa que faz isso com seu corpo chega a ser idiotice.
Hoje tenho vergonha do sofrimento que causei a muita gente que gosta de mim, por isso...
Exemplos não me faltavam, já que meu pai morreu aos 65 anos, após ter fumado por 48 e meu avô aos 60, após 46 de cigarros, as a gente teima em achar que não vai acontecer conosco...

Eu sei o quanto é difícil deixar o vício. O cigarro passa a ser um companheiro, um relaxante de tensões, mas você pode ter que passar 4 meses num hospital, como eu passei, ou de fato morrer.
Ah e 7 meses atrás, sofri um enfarto, mesmo sem fumar a mais de 2 anos e meio...

Acredite em mim e eu adorava fumar: PARE, ENQUANTO HÁ TEMPO!!!!!

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Serra da Mantiqueira.

Resolvi passear, aproveitando o carro novo e escolhi a região da Serra da Mantiqueira.
Saímos na segunda-feira, dia 15 de maio



e fomos primeiro visitar um amigo e ex colega de trabalho, na cidade de Areias, próxima a Queluz, no Vale do Paraíba.




Foi um reencontro após 3 anos de afastamento.
Deliciosa recepção, linda fazenda, boa cachaça e ótimo almoço.
















Em seguida, rumamos para Itanhandu, Minas Gerais.




Ah, levamos a filhota, que adora passear... rs
Viajamos ainda por Passa Quatro, Delfim Moreira, Marmelópolis, Itamonte, Aiuruoca e Bocaina de Minas e prefiro deixar as fotos falarem.




































































Ao longe o Pico das Agulhas Negras, quase aparecendo... rs





Voltamos dia 20, com a certeza de que tudo poderia ser melhor aproveitado e lamentando a falta de visão no nosso país.
Paisagens rurais lindas e muita coisa a ser explorada. Pena que não é dada a devida atenção ao turismo e muita coisa se perde. Sem falar no consumismo barato, que nos faz perder a delicadeza e o singelo...
Locais mal sinalizados, cidades sem estrutura nenhuma, toda uma belíssima região desperdiçada.
Comprei queijos deliciosos, café de primeira qualidade, doces saborosos e pena que por conta da chuva, perdi os últimos dias da viagem, quando iria a Cristina, Pedralva e Maria da Fé, porque o acesso a pousada reservada, com dois dias de chuva tornou-se intransponível...
A educação das pessoas nos faz detestar o que vivemos no dia a dia em cidades como Rio de Janeiro e Niterói...
Nosso país é lindo, com muitas nuances e praticamente inexplorado.
Por muito menos, regiões europeias atraem turistas do mundo inteiro.
Triste país sem prioridades ou vergonha...