segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Do amor e da verdade

video
Engraçado como todas as mulheres querem ser felizes, normalmente encontrando um grande amor, mas não tem atitude de amor.
Desde os meus 40 anos, o que mais recebo são propostas de dedicação, amor eterno, felicidade. Porém, à primeira diferença de opinião, natural, geralmente decorrente de formações diferentes... ihh, não era bem isso que eu queria...
São capazes de se atirar em direção ao alvo da vez, dizendo "te quero" e recuar, fugir, diante da primeira dúvida.
É, queridas, falta vontade, dedicação. Falta senso de situação. Falta humildade.
Vivem, a maioria, uma vida de "big sisters", querendo encontrar seus "big brothers", excitantes, mas sob seu controle. Querem ser compreendidas e aconchegadas, mas a muito não sabem oferecer contrapartida. Perderam muito do "ser mulher"...
Pode ser que haja muito de ingenuidade minha no que digo. Talvez, mas prefiro ser ingênuo, a aceitar segundas intenções.
Sou um homem inteiro, para uma mulher inteira!
Hoje, com a experiência adquirida naturalmente, como parte do aprendizado da vida, acho graça, a cada uma com a qual me deparo e vou peneirando e assistindo a distância.
Percebendo muito além das palavras ouvidas... e sorrindo.
Afinal, a frase "eu te amo", deveria ser muito mais pensada, antes de ser dita...

Um comentário:

  1. Realmente todas as mulheres ou melhor todos querem ser felizes, mas não querem fazer nenhuma concessão, não tem a capacidade de entender o outro, perdoar, pedir desculpas e principalmente elogiar...
    todos nós erramos e podemos compreender o erro dos outros só basta um pouco de boa vontade e tudo fica mais leve, a vida flui melhor...
    E´precisamos pensar bem antes dizer eu te amo, pois afinal somos responsaveis pelas pessoas que cativamos..Gostei muito do texto, um abraço...
    P.S Não se esqueça de escrever algo da Clarice hoje é uma terça feira que mereçe terminar lendo seu blog com algo escrito por ela.Até mais.

    ResponderExcluir